“Tem Dom Casmurro?” A notícia dos livros corre Ceilândia a fora…

Cada Expedição das Bibliorodas começa pela escolha dos livros que irão para os carrinhos. Nosso acervo fica guardado em uma sala do Shopping Popular de CeilândiaEra lá que estávamos no sábado (16/04), nos preparando para a 2ª Expedição de 2013, quando surgiram Dona Maria da Piedade e seu esposo (foto abaixo).

DSC01644

Ela alegre e com os olhos brilhando, ao avistar a estantes de livros, foi logo perguntando:

“Vocês têm Dom Casmurro, do Machado de Assis?”

Edna pegou logo um Dom Casmurro e o entregou a senhora. Depois de folhear e sentir o livro nas mãos, Dona Piedade perguntou:

“Quanto custa?”

Surpresas com a pergunta, explicamos que os livros estão ali para serem emprestados aos feirantes. Mas, em alguns casos, também emprestamos livros às pessoas da comunidade… E foi assim que anotamos o nome de D. Piedade em nosso caderno de empréstimos e liberamos Dom Casmurro.

Antes de ir embora a senhora nos revelou que, agora com a família já criada, voltara a estudar. E enquanto nos contava isso, o esposo orgulhoso a acompanhava com o olhar. Perguntamos como ela teria ido parar ali. Soubemos então que alguém lhe dissera que na Torre A da feira tinha livros… Ficamos todas meio abobalhadas e emocionadas (rs) …É, parece que não é só notícia ruim que corre boca a boca (rs).

DSC01627

Por falar em notícias boas, neste mês lançamos a campanha Doe Livros para as Bibliorodas.

Esta semana recebemos algumas preciosas doações. Chegaram os livros de Clara Alcione, Rafael Batista, Meire Akio (livros da foto acima) e temos mais livros para buscar: Geralda Ramalho, Dora Duarte, Elaina Daher, Michele Marreiro e Nayara Nogueira, já estão nos esperando… Gente de várias partes do DF, amigos do Ceará e até de Vila Velha estão nos ajudando a compor os acervos que circularão em quatro municípios do Sertão Central do Ceará.

Depois de arrumados os carrinhos,  saímos para recolher e emprestar livros. A tarde foi muito interativa, conversamos com vários feirantes. Emprestamos 16 livros e recolhemos outros tantos.

DSC01709

O ingrediente tempo é o tempero que não pode faltar em nosso cardápio literário. O feirante-leitor nos acolhe em seu local de trabalho e nós, de posse de um cardápio selecionado e de tempo, retribuimos o acolhimento com livros. Foi assim com o Sr. Pimenta, o vendedor de temperos na foto ao lado.

Tivemos mais uma surpresa neste sábado. Recebemos a visita do jornalista Luciano Villalba que veio pela agência de notícias do Uniceub, conhecer ao vivo e em cores, como acontece, na prática, nossas ações. Ele já conhecia o projeto pelo Blog, mas foi ver de perto como o projeto funciona. Circulou com as Bibliorodas, conversou com os feirantes e também registrou muitas histórias… No final, juntos, pousamos para foto.

DSC01720

 Equipe: Hozana Paz, Kelly Paixão, Clara e Edna.

Anúncios
Esse post foi publicado em Ceilândia. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s