4ª Expedição: As esperadas Bibliorodas!!!

DSC06766

As Bibliorodas seguem suas expedições para sensibilizar leitores, jovens e adultos. Acreditamos que todos somos leitores.  Em nossas Expedições vamos em busca do leitor que há em cada um; levamos livros, compartilhamos leituras, escrevemos nossas linhas de ficção, poesia e história.

No dia 14 de julho, a equipe saiu para mais uma jornada de contato com o leitor. Antes da saída, o grupo planejou as ações, organizou o cardápio literário. Tudo pensado para melhor sensibilizar o leitor.

Sensibilizar leitores é uma tarefa simples e delicada…os leitores podem estar desatentos, adormecidos, enferrujados…mas estão lá… à nossa espera.

As Bibliorodas – bibliotecas sobre rodas – saem fagueiras, com destino certo.

Dessa vez, nossa presença foi tal qual a de uma visita “esperada”. Os feirantes já nos aguardavam. Foi o que sentimos, tamanha foi a recepção calorosa. Um feirante nos cumprimentava, outro ia a nosso encontro para devolver o livro lido, outro pedia mais um tempo, pois não tinha lido o livro todo. Aquele que devolvia o livro lido, pedia outro para levar. Outro olhava curioso os carrinhos com livros. Pouco dissemos do nosso propósito, de que estávamos ali para oferecer/emprestar livros, sem custo financeiro algum. O público já sabia. Foi uma passagem contagiante para o grupo.

Quando estávamos em uma banca, já percebíamos olhares vindos de outras bancas… Leitores já esperavam a passagem das Bibliorodas.

 Sentimos que precisamos ser ágeis, afinal, chegávamos à casa do leitor, em horário de expediente de trabalho… Foi hilário percebermos que o leitor olhava/escolhia o cardápio/livro e também atendia o cliente que chegava.

Ao mesmo tempo, Edna Freitas, máquina fotográfica em punho, tentava registrar/fotografar tudo… É uma feira, tem gente, movimento, som, conversas, rádio tocando, TV ligada, crianças que brincam, adultos conversando, cheiro de perfume, cheiro gostoso de comida, roupas, muitas roupas, ateliê de pintura, celulares, panelas, gente jogando baralho, outras lendo, jogo de luzes, tudo misturado, são muitas leituras em um só espaço.

E as Bibliorodas passavam no de mil e uma leituras, percebendo-se parte daquele mosaico de gente.

Aceita um livro?

No meio de todo o movimento, percebemos Hozana se dirigir a uma banca, olhar para a leitora que ali estava e naturalmente, com um livro na mão, dizer:

“Aceita um livro?”

Essa disposição para servirmos leitura seria o tom de nossas abordagens a partir desse dia. Aos poucos íamos aprendendo a melhor forma de nos aproximar, de oferecer livros e de nos integrar ao espaço da feira.

Ao final dessa tarde, percebemos que já tínhamos 23 leitores fidelizados, eles estavam no circuito do empréstimo/devolução. Nessa expedição foram emprestados 13 livros.

Equipe: Hozana Paz, Kelly Paixão, Clara Etiene e Edna Freitass.

Anúncios
Esse post foi publicado em Ceilândia. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s